Pepininho e Mini Milho

Os pepininhos em conservas pertencem à mesma espécie do pepino comum (Cucumis sativus). São originários do Himalaia, porém o fruto é cultivado há milênios na Índia e usado como legume.

Levada para o Egito, a espécie se espalhou. Hoje é cultivada em quase todo o planeta. A família das cucurbitáceas, à qual pertence, é importante entre as hortaliças. Embora seja planta rasteira, cresce melhor quando tutorada, protegendo o fruto das doenças adquiridas no contato com o solo. Faz se conserva de pepino em inúmeros países. Na Hungria são populares as preparadas no verão, chamadas kovászos uborka.

O vidro com a mistura de pepininhos, salmoura e tempero é deixado a fermentar por alguns dias em local quente. No Brasil, a conserva é feita sobre tudo na Região Sul, onde recebe o nome “pepino azedo“. As conservas, tanto em salmoura quanto em vinagre, podem levar sementes de endro ou alcaravia, folhas de louro e pimenta-do-reino em grão. O pepininho entra em pratos frios como saladas e sopas geladas. Combina bem com iogurte, maionese, ervas, principalmente a hortelã, a menta, poejo e folha de endro.

O pepininho em conserva bom para saúde, pode ser consumido como petisco no intervalo das refeições, pois é aquoso e fornece poucas calorias – por isso mesmo, é boa opção para regimes de emagrecimento.

 

O mini milho em conserva são pequenas espigas de milho ainda jovens, ele até a fase da colheita(que é feita antes do convencional), é tratado como milho comumele é bastante exportado e no Brasil tem sido consumido cada vez mais

Carregando...